Publicidade
Publicidade

Notícias Geral

App de celular detecta traços de TDAH e Alzheimer através de fotos dos olhos

quarta-feira, 4 maio de 2022.

Um app desenvolvido por cientistas da University California San Diego pode detectar traços de TDAH e Alzheimer através de fotografias. Para isso, o infravermelho — que costuma ser utilizado nos smartphones para reconhecimento facial — identifica se a pupila de uma pessoa muda de tamanho ou não, a partir de uma técnica chamada pupilometria.

CLIQUE AQUI E RECEBA AS NOTÍCIAS

O projeto da Universidade da Califórnia, em San Diego utiliza câmera com sensor infravermelho, presente nos celulares mais modernos, junto com a câmera de selfie convencional para analisar a pupila dos pacientes. Esse rastreamento pode ajudar a determinar as condições cognitivas de um paciente.

De acordo com os pesquisadores em um comunicado divulgado no último dia 29, o tamanho da pupila sofre alterações quando realizados determinadas atividades e algumas alterações podem ser observadas em pacientes com TDAH e Alzheimer. “Esperamos que isso abra as portas para novas explorações do uso de smartphones para detectar e monitorar possíveis problemas de saúde mais cedo”, disse Colin Barry. chefe do estudo, em comunicado.

Na ACM Computer Human Interaction Conference on Human Factors in Computing Systems (CHI 2022), que teve início no último sábado (30) e deve durar até a próxima quinta-feira (5), os pesquisadores explicaram que o tamanho da pupila pode fornecer informações sobre as funções neurológicas de uma pessoa.

No entanto, atualmente, esse teste requer equipamentos especializados e caros, tornando inviável a realização fora do laboratório ou clínica. A ideia do grupo, então, foi buscar uma solução mais econômica e acessível.

O aplicativo calcula o tamanho da pupila com precisão e captura a distância entre o smartphone e o usuário. As medidas do aplicativo foram comparáveis ​​às obtidas por um dispositivo chamado pupilômetro, o mais utilizado para medir o tamanho da pupila. A interface inclui comandos de voz, instruções baseadas em imagens e uma luneta de plástico de baixo custo para direcionar o usuário a colocar seus olhos dentro do ângulo de visão da câmera do smartphone.

A ideia da equipe para pesquisas futuras é trabalhar com idosos que tenham um comprometimento cognitivo leve para testar o aplicativo como uma ferramenta de triagem de risco para a doença de Alzheimer em estágio inicial.

Fonte: Canaltech

Publicidade
domsegterquaquisexsáb
22232425262728
293031    
       
  12345
2728     
       
28      
       
      1
       
     12
2425262728  
       
      1
3031     
     12
24252627282930
       
  12345
2728293031  
       
2930     
       
    123
25262728293031
       
    123
18192021222324
25262728   
       
 123456
78910111213
21222324252627
28293031   
       
     12
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
       
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
       
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
       
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
       
      1
9101112131415
23242526272829
3031     
    123
252627282930 
       
 123456
14151617181920
21222324252627
28293031   
       
      1
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      
   1234
567891011
       
   1234
12131415161718
19202122232425
262728    
       
293031    
       
    123
11121314151617
       
  12345
13141516171819
27282930   
       
      1
23242526272829
3031     
    123
18192021222324
252627282930 
       
28293031   
       
   1234
567891011
       
     12
3456789
17181920212223