Publicidade
Publicidade

Notícias Goioerê

Mestre de artes marciais de Goioerê participou da Conferência Internacional

terça-feira, 4 maio de 2021.

O mestre Federico Dinatale participou do importante evento de artes marciais

O goioerense, o professor Federico Dinatale representou o Brasil e a escola de artes marciais Inzando Heihô Ryu Ha (Academia Bugeiko), participou no último dia 24 de abril da Conferência Internacional de Artes Marciais (International Conference on Martial Arts) que reuniu renomados mestres marciais.  Federico Dinatale que instalou a Academia Bugeiko  em Goioerê, tem filiais  Dois Vizinhos, Buenos Aires e Córdoba na Argentina.

Entre em contato:(44) 3522-1096

A live teve duas horas de duração, com troca de experiências e muito conhecimento. Mestre Federico Dinatale teve ao seu lado os companheiros de Artes Marciais, Sensei Henry Binerfa Kaiso diretamente dos Estados Unidos representando a escola International ShinkaiDo Ryu Hombu Dojo, Shihan Víctor Moreno da Espanha, representando a Asociación Española de Hakuda Jutsu e Shihan Gabriel García da Espanha, representando a Bugeikan Martial Arts Organization, o qual foi o mediador desse encontro.

Live realizada na Conferência Internacional

O evento foi organizado e dividido em dez momentos, apresentação do evento; apresentação dos mestres; origem das Artes Marciais; Artes Marciais na atualidade; como ser um bom aluno; o que representa ser um mestre; Artes Marciais como estilo de vida; como permanecer e avançar no caminho; perguntas, complementos e participação dos alunos; respostas, despedida e encerramento do evento.

A Conferência foi destaque na Revista Americana Martial Science Magazine, a qual já está organizando o primeiro Congresso Internacional sobre defesa pessoal que será realizado em Las Vegas (NV), Estados Unidos. O encontro Internacional de Artes Marciais recebeu elogios por reunir grandes mestres e diversos alunos para falar sobre o caminho do guerreiro nas Artes Marciais.

Durante a live foi possível perceber que o caminho do aluno se dá com o tempo, cada um vai caminhando e avançando dentro dos seus limites e possibilidades no seu próprio tempo, cada um encontra seu caminho na vida. Segundo o mestre Gabriel García, um andará mais rápido, outro mais devagar, mas todos seguirão o mesmo caminho. É preciso ter uma relação de confiança de aluno para professor e de professor para aluno para efetivar o ensino e aprendizagem.

O evento internacional reuniu grandes nomes da arte nacional mundial

Seguir no caminho vai além da prática marcial, como nos fala o mestre Federico Dinatale cada aluno tem um motivo para identificar e iniciar no caminho, quando isso acontece começamos a entender que não é somente o que iremos aprender, mas o sentimento de fazer algo por sentir-se bem. Quando encontramos esse caminho e seguimos na direção da montanha, sentimos uma mudança interna, primeiramente revolucionamos a nós mesmos, para depois revolucionar os outros, passamos a difundir a arte para que todas as pessoas tenham a oportunidade de experimentar o que nós estamos experimentando.

Para o mestre Federico um bom aluno é aquele que consegue ser feliz com a prática, consegue desfrutar desta prática. “O importante, é que um aluno ao sair de um treino sinta-se melhor do que quando chegou”. (FEDERICO DINATALE)

O que é ser mestre para nossos professores? Segundo o Sensei Henry Binerfa Kaiso é muita responsabilidade, requer seguir vários códigos de conduta, deve ter responsabilidade dentro e fora do dojô.

Para o Sensei Victor Moreno, o mestre precisa estar sempre em formação, mesmo cometendo erros como qualquer ser humano, é visto como uma pessoa exemplar para os alunos. Precisa manter a confiança entre aluno-mestre e mestre-aluno, vai além do tatame, é um compromisso de vida.

Sensei Gabriel García diz que o mestre não precisa ser perfeito, mas precisa sim, ter conhecimento, dominar as técnicas para então saber como transmitir esse conhecimento, precisa ensinar com maestria.

Para Sensei Federico Dinatale a vida como mestre é consequência do caminho percorrido pelo aluno. Quando ensinamos é o momento que mais aprendemos. Há uma fusão entre a vida e o caminho, os ensinamentos ultrapassam as paredes do dojô e percebemos uma mudança no dia a dia. Muitos usam os ensinamentos da Arte Marcial como forma e estilo de vida, utilizam estes conhecimentos diários do tatame no campo da vida pessoal, para o crescimento físico e mental. Aprendemos a controlar a mente/espirito para silenciar o ego e evoluir em equipe como nos diz o Sensei Victor “O caminho do guerreiro é a constante superação de obstáculos, tentando derrotar o inimigo oculto que só vive dentro de nós, cortando as raízes do ego” (VICTOR MORENO), para que então possamos crescer juntos na marcialidade, itai doshin diferentes corpos, uma única mente.

O mestre Federico sintetiza qual o objetivo da academia Bugeiko “Em nossa escola marcial procuramos um caminho que nos permita trabalhar as limitações físicas e mentais, a partir da nossa própria experiência prática, bem como uma procura de integração do nosso ser com a natureza, nos permitindo caminhar em direção à montanha escondida” (FEDERICO DINATALE).

Com isso concluímos que cada aluno tem seu tempo para despertar, um interesse ou motivo para iniciar na arte, com tempo de prática vai compreendendo que a Arte Marcial Tradicional Japonesa é muito ampla, vai além do tatame e dos ensinamentos no dojô, sempre tem algo que vai provocando esse continuar. Para o Mestre Binerfa as Artes Marciais tem sido o seu refúgio, nem sempre foi só alegria, mas sempre se manteve no caminho que escolheu, as vezes caminhava a passos lentos, outras vezes a passos largos, em alguns momentos acompanhado, mas na maioria das vezes, sozinho. “No início do caminho perseguia os meus próprios sentimentos de luta e vitória, trinta e cinco anos depois de dar o primeiro passo, já não procuro mais nada, agora sinto paz e tranquilidade em cada passo. (HENRY BINERFA). Isso nos mostra que a Arte Marcial Japonesa além de cultivar a cultura tradicional japonesa trabalha o desenvolvimento e o equilíbrio do corpo, mente e espirito buscando o aprimoramento como ser humano de forma ampla.

O evento foi finalizado com o agradecimento do Mestre Gabriel García, que diz, sempre ter acreditado na irmandade entre as escolas e organizações amigáveis, por isso deu origem ao evento Musha Shugyo. “Estamos muito orgulhosos e agradecidos pela fantástica participação de todos os alunos e professores convidados a fazer suas apresentações nesse congresso. O sentimento é sempre de família, que é uma de nossas principais leis, foi este o sentimento que nos acompanhou durante todo o evento.

Publicidade
domsegterquaquisexsáb
      1
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     
28      
       
      1
       
     12
2425262728  
       
      1
3031     
     12
24252627282930
       
  12345
2728293031  
       
2930     
       
    123
25262728293031
       
    123
18192021222324
25262728   
       
 123456
78910111213
21222324252627
28293031   
       
     12
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
       
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
       
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
       
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
       
      1
9101112131415
23242526272829
3031     
    123
252627282930 
       
 123456
14151617181920
21222324252627
28293031   
       
      1
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      
   1234
567891011
       
   1234
12131415161718
19202122232425
262728    
       
293031    
       
    123
11121314151617
       
  12345
13141516171819
27282930   
       
      1
23242526272829
3031     
    123
18192021222324
252627282930 
       
28293031   
       
   1234
567891011
       
     12
3456789
17181920212223