Publicidade
Publicidade

Notícias Geral

TJ mantém decisão que obriga prefeitura a construir canil para animais de rua

sexta-feira, 31 julho de 2020.

De acordo com o Ministério Público, a ação teve origem a partir da constatação de que duas pessoas mantinham em suas residências aproximadamente 165 cães (140 em uma e 25 em outra), ‘em condições que colocavam em risco não apenas os animais, mas a saúde dos moradores vizinhos, além de gerar perturbação do sossego, por conta dos ruídos e do mau cheiro’.

De acordo com o TJ, provas apresentadas nos autos estão em confronto com a legislação municipal ‘restando suficientemente comprovado o acúmulo irregular de animais nos locais de propriedades denunciadas e omissão do poder público em providenciar melhorias para regularização da população animal e prevenção de riscos à saúde da população e dos cães’.

Situação irregular. O Ministério Público alegou na ação que os abrigos são alvos de reclamações de vizinhos por conta de barulho e mau cheiro. De acordo com a promotoria, os espaços estão em situação irregular, pois vão contra a legislação do município já que o Código de Saúde Municipal permite que uma pessoa particular tenha em área urbana no máximo três animais e a lei 1.410/2001 estipula até 10 animais.

Conforme da decisão, a prefeitura é obrigada a dotar o canil e gatil com capacidade para até 165 animais. Na época da decisão em primeira instância, em 3 de abril, o município informou que já tinha projeto em andamento para a obra.

Atualmente, os cães de rua vêm sendo recolhidos e cuidados em Campo Mourão pela Associação dos Protetores de Animais Independentes (PAIS). Além disso, alguns voluntários abrigam os animais em suas próprias residências. A Justiça determinou à associação e pessoas que estejam abrigando os cães, que cessem o recolhimento e façam a entrega dos animais que já mantêm em suas propriedades ao canil quando estiver pronto.

Castração. No início deste mês, Campo Mourão fez a castração gratuita de 553 animais, entre cães e gatos. Os procedimentos foram realizados por programa de castração do Governo do Estado, em parceria entre o município e a PAIS. O programa atendeu famílias de baixa renda e castro até três animais por endereço entre cães ou gatos de cinco meses a sete anos, machos ou fêmeas de todos os portes. Na região, o programa contempla também as cidades de Araruna, Corumbataí do Sul, Engenheiro Beltrão, Janiópolis, Luiziana, Mamborê, Quarto Centenário, Terra Boa, e Peabiru. A ação visa o controle populacional de cães e gatos e prevenção de zoonoses.

Publicidade
domsegterquaquisexsáb
      1
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     
      1
       
     12
2425262728  
       
      1
3031     
     12
24252627282930
       
  12345
2728293031  
       
2930     
       
    123
25262728293031
       
    123
18192021222324
25262728   
       
 123456
78910111213
21222324252627
28293031   
       
     12
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
       
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
       
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
       
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
       
      1
9101112131415
23242526272829
3031     
    123
252627282930 
       
 123456
14151617181920
21222324252627
28293031   
       
      1
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      
   1234
567891011
       
   1234
12131415161718
19202122232425
262728    
       
293031    
       
    123
11121314151617
       
  12345
13141516171819
27282930   
       
      1
23242526272829
3031     
    123
18192021222324
252627282930 
       
28293031   
       
   1234
567891011
       
     12
3456789
17181920212223